Infusão

Infusão (do lat[im] infusio, -onis), trata-se de preparação de um infuso ou injeção terapêutica, muito lenta ou gota a gota, de um soluto, mais ou menos volumoso (soro fisiológico ou soro glicosado, por exemplo), por via intravenosa ou por via subcutânea.

O que é terapia imunobiológica (TIB)?

A terapia imunobiológica é um agente terapêutico que tem sido utilizada desde 1998. Eles são produzidos através da engenharia genética, reproduzindo os efeitos de substâncias fabricadas pelo nosso sistema imune, atuando diretamente no processo inflamatório.

Nesse processo ocorre uma sucessão de eventos que atuam em cadeia, nos quais estão envolvidos varias moléculas, entre elas as citocinas. As citocinas possuem receptores nos quais se ligam substâncias, no caso os agentes biológicos, que as neutralizam, assim, combatendo a inflamação.

Diversos dados da literatura evidenciam que o tratamento com biológicos conduz à diminuição rápida dos níveis de marcadores de inflamação de fase aguda, da PCR, do VHS e também de citocinas.

 Quais as principais doenças tratadas pela TIB?

  • Artrite reumatóide
  • Artrite psoriática
  • Espondilite anquilosante
  • LES
  • Esclerodermia
  • Vasculites
  • Enterocolopatias
  • Psoríase cutânea
  • Esclerose múltipla

Quando é iniciado o tratamento com TIB?

A medicação imunobiológica somente deve ser indicada para aqueles pacientes em que a terapia convencional não apresentou resultados:

  • se não houve resposta clínica com as doses máximas toleradas, ou com combinação de drogas modificadoras da doença,
  • ou na presença de efeitos adversos. Sua administração é aprovada por órgãos regulatórios, como FDA e ANVISA, sob determinadas condições.

Os pacientes devem ser submetidos e avaliados através de protocolos rigorosos e indicações precisas e validadas. Os imunobiológicos são drogas geralmente administrados em associação com outras drogas modificadoras da doença e em um menor número de casos como monoterapia.

Fonte: Associação Brasileira de Centros de Infusão de Imunobiológicos – www.abraceii.com.br

Por que escolher a Auge para a terapia infusional?

  • Cuidados pré-infusionais, durante o procedimento e acompanhamento pós-infusional com presença constante de médicos e enfermeira.
  • Suporte de urgência e emergência se necessário na própria clínica.
  • Sistema de “follow up” nos atos vacinais e infusionais com contínuo contato com o médico prescritor e o paciente.
  • Apoio na liberação de procedimentos junto às operadoras de saúde.
Principio Ativo: Acido Zoledrônico
Apresentação: 5mg/100ml
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Tocilizumabe
Apresentação: 80 mg/4ml, 200 mg/10ml
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Belimumabe
Apresentação: 120 mg e 400 mg – 80 mg/ml após reconstituição
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Ibandronato de Sódio
Apresentação: 3 mg/3 ml
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Certolizumabe Pegol
Apresentação: 200 mg/1 m
l Administração: Subcutânea
Principio Ativo: Etanercepte
Apresentação: 50 mg
Administração: Subcutânea
Principio Ativo: Carboximaltose Férrica
Apresentação: 50 mg/mL
Administração: Intravenosa
Principio Ativo: beta-agalsidase
Apresentação: frasco-ampola com 35 mg/mL após reconstituição
Administração: Intravenosa
Principio Ativo: Acido Zoledrônico
Apresentação: 40 mg
Administração: Subcutânea
Principio Ativo: Rituxima
Apresentação: 500 mg
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: alfa-alglicosidase
Apresentação: frasco-ampola com 50 mg pó liofilizado para solução injetável – após reconstituição
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Sacarato de hidróxido férrico
Apresentação: 100 mg/5 ml
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Abatacepte
Apresentação: 250 mg
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Denosumabe
Apresentação: 60 mg/1 ml
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Infliximabe
Apresentação: 100 mg
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Golimumabe
Apresentação: 50 mg/0,5 ml
Administração: Subcutânea
Principio Ativo: succinato sódico de Metilprednisolona
Apresentação: frascos de 40, 125, 500 mg e 1g
Administração: Endovenosa
Principio Ativo: Ustequinumabe
Apresentação: 45 mg/0,5 ml
Administração: Subcutânea

Fonte: Dicionário de Termos Médicos, de Manuel Freitas e Costa, edição da Porto Editora