VACINAESQUEMAS E RECOMENDAÇÕES
Tríplice bacteriana
acelular do tipo adulto
(difteria, tétano e coqueluche) – dTpa
ou dTpa-VIP


Dupla adulto (difteria
e tétano) – dT
Atualizar dTpa independente de intervalo prévio com dT ou TT.
Com esquema de vacinação básico completo: reforço com dTpa a cada dez anos.
Com esquema de vacinação básico incompleto: uma dose de dTpa a qualquer momento e completar a vacinação básica com uma ou duas doses de dT (dupla bacteriana do tipo adulto) de forma a totalizar três doses de vacina contendo o componente tetânico.
Para indivíduos que pretendem viajar para países nos quais a poliomielite é endêmica: recomenda-se a vacina dTpa combinada à pólio inativada (dTpa-VIP).
A dTpa-VIP pode substituir a dTpa.
Hepatites A, B ou A e BHepatite A: duas doses, no esquema 0 - 6 meses.
Hepatite B: três doses, no esquema 0 - 1 - 6 meses.
Hepatite A e B: três doses, no esquema 0 - 1 - 6 meses.
Febre amarela Uma dose para residentes ou viajantes para áreas com recomendação de vacinação (de acordo com classificação do MS). Se persistir o risco, fazer uma segunda dose dez anos após a primeira. Pode ser recomendada também para atender a exigências sanitárias de determinadas viagens internacionais.
Em ambos os casos, vacinar pelo menos dez dias antes da viagem.
HPVTrês doses: 0 - 1 a 2 - 6 meses.
Duas vacinas estão disponíveis no Brasil: HPV4, licenciada para meninas e mulheres de 9 a 45 anos de idade e meninos e homens de 9 a 26 anos; e HPV2, licenciada para meninas e mulheres a partir dos 9 anos de idade.
Dengue• Três doses com intervalo de seis meses (0 - 6 - 12 meses).
• Licenciada para adultos até 45 anos.
Varicela (catapora)Para suscetíveis: duas doses com intervalo de um a dois meses.
Meningocócica BDuas doses com intervalo de um a dois meses. A indicação dependerá da situação epidemiológica.
PneumocócicasA vacinação entre 50-59 anos com VPC13 fica a critério médico.
Herpes zósterUma dose. Licenciada a partir dos 50 anos, ficando a critério médico sua recomendação a partir dessa idade.